Assuntos de Goiás TV

sexta-feira, 22 de novembro de 2013

Assuntos de Goiás |: Policiais se revezam para manter ocupação na Assembleia Legislativa

Na manhã de quinta-feira (21), os policiais estavam descontraídos e tinham a expectativa de receber uma contraposta do governo. Um grupo conversou com a reportagem, falou da possibilidade de acordo e até apontou a escrivã da Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente de Goiânia (DPCA) Carolina Borges de Matos, de 30 anos, como uma das mais belas do movimento.

Ao G1, a "musa da ocupação" contou que está na escala de voluntários do período diurno. Vai para a assembleia todos os dias às 8h e fica até as 22h e se mostrou animada com a mobilização: "Não sou radical. Estamos flexíveis a uma proposta, desde que nos valorize".
Leia mais: G1 - Policiais se revezam para manter ocupação na Assembleia, em Goiás - notícias em Goiás

quinta-feira, 21 de novembro de 2013

Justiça de Goiás determina retorno imediato de policiais civis em greve

Na manhã desta quinta-feira (21), o secretário de Segurança Pública, Joaquim Mesquita, apresentou a decisão judicial a representantes da categoria. Apesar da determinação, o presidente da União Goiana dos Policiais Civis (Ugopoci), Ademar Luiz de Oliveira, disse que a greve, assim como a ocupação, serão mantidas.
"Viemos aqui negociar a contraproposta, mas ouvimos que a Justiça determinou o nosso retorno ao trabalho e que o governo só tem a nos oferecer o bônus de produtividade, o que não nos contempla. O bônus é uma das nossas reivindicações, mas ele não significa uma melhora no piso", afirmou Ademar de Oliveira após sair da reunião, na sede da Secretaria Estadual de Segurança Pública (SSP-GO).
Leia mais: G1 - Justiça de Goiás determina retorno imediato de policiais civis em greve - notícias em Goiás

domingo, 3 de novembro de 2013

Crônica Policial: 'Não há plano contra pacificação', diz chefe de UPPs em velório de PM

O novo coordenador das UPPs do Rio de Janeiro, coronel Frederico Caldas, no entanto, negou relação entre os casos. "Esta ação não faz parte de plano orquestrado contra as UPPs. Não foi uma emboscada", defendeu Caldas.
O coronel afirmou que é um desafio recuperar a paz em locais com histórico recente de confrontos, como o próprio Parque Proletário, onde o soldado foi morto. Caldas explicou ainda que os recentes embates entre traficantes e policiais nas comunidades pacificadas acontece por conta de uma nova dinâmica de patrulhamento.
" Essas sequências de enfrentamentos são para nós um desafio muito grande. O que a gente está fazendo é colocar um efetivo maior, uma dinâmica diferente e um reforço no patrulhamento", disse.
Leia mais: G1 - 'Não há plano contra pacificação', diz chefe de UPPs em velório de PM - notícias em Rio de Janeiro

sábado, 2 de novembro de 2013

Espanha sepulta 129 vítimas do franquismo encontradas em fossas

Familiares e amigos de 129 vítimas do franquismo, cujos restos mortais foram encontrados em quatro fossas comuns, assistiram neste sábado uma cerimônia "para que possam ter uma sepultura digna", em Aranda de Duero, no norte da Espanha, comprovou a AFP. Urnas com os restos de 129 mortos foram depositadas em um panteão por dezenas de pessoas, algumas das quais carregavam bandeiras republicanas, no monumento funerário erigido em sua honra.

"Aqui são recebidos os 129 corpos de pessoas que foram assassinadas entre julho e outubro do ano 36", durante a Guerra Civil na Espanha (1936-1939), pelas forças do general Francisco Franco, explicou à AFP José María Rojas, porta-voz da Associação para a Recuperação da Memória Histórica (ARMH), em Aranda de Duero.
Leia mais: Espanha sepulta 129 vítimas do franquismo encontradas em fossas - Terra Brasil

Seguidores

Na web