Assuntos de Goiás TV

domingo, 2 de fevereiro de 2014

Cineasta Eduardo Coutinho é morto a facadas no Rio de Janeiro - O filho dele é o principal suspeito

O cineasta Eduardo Coutinho, de 80 anos, foi morto a facadas neste domingo (2), em sua casa, na Lagoa, Zona Sul do Rio.
O cineasta e documentarista era um dos mais importantes do Brasil
Segundo a polícia, o filho do documentarista, Daniel Coutinho, 41 anos, é o principal suspeito. 

A mulher do cineasta, Maria das Dores Coutinho, 62 anos, também foi ferida e está internada em estado grave no Hospital Miguel Couto. 

A Divisão de Homicídios da Polícia Civil investiga o caso.

O filho, que supostamente sofre de problemas mentais, também foi levado para o hospital. Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, ele passou por cirurgia e está internado na unidade intermediária do hospital. 
Daniel levou duas facadas no abdômen e tem quadro estável.

Segundo policiais do batalhão do Leblon, que foram ao apartamento do cineasta no fim da manhã, o filho teria esfaqueado os pais e depois tentado o suicídio.

A mãe dele levou duas facadas nos seios, três no abdômen e teve uma lesão no fígado. Ela também já passou por cirurgia e seu estado de saúde é grave. O corpo do cineasta foi levado para o Instituto Médico Legal (IML).
Leia mais: G1 - Cineasta Eduardo Coutinho é morto a facadas no Rio - notícias em Rio de Janeiro

Seguidores

Na web