Assuntos de Goiás TV

segunda-feira, 30 de janeiro de 2017

Eike Batista é preso e ocupa vaga no Complexo Penitenciário de Gericinó


O empresário já está no Complexo Penitenciário de Gericinó, na unidade conhecida como Bangu 9, no Rio de Janeiro. O empresário foi preso assim que chegou dos Estados Unidos. 

Como não tem curso superior, ele ficará em uma cela com outros detentos. Eike é acusado de pagar propina de dezessete milhões e meio de dólares ao ex-governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral.

Ministra Carmén Lúcia Homologa as 77 delações da Odebrecht

domingo, 29 de janeiro de 2017

Prisão e possível Delação de Eike Batista deixa políticos do Riode Janeiro e Brasília em estado de a

A controversa vida de Eike Batista - De investidor bem sucedido a procurado internacional



O Supremo Tribunal Federal (STF) deve anunciar nesta semana a decisão sobre o futuro da Operação Lava Jato na Corte. 

Durante toda a semana passada, em conversas reservadas, a presidente da Corte, Cármen Lúcia, buscou uma solução consensual para encontrar um substituto para relatar os processos da operação, que estavam sob a responsabilidade de Teori Zavascki, morto em um acidente de avião em Paraty (RJ). 

 Além da relatoria, a Corte deve definir como será feita a homologação das delações premiadas dos 77 executivos ligados à empreiteira Odebrecht. Na sexta-feira (27), juízes auxiliares do STF concluíram a fase de depoimentos complementares. Com a conclusão, as delações estão prontas para serem homologadas. 

 A alternativa mais cogitada em conversas informais dos ministros é o sorteio da relatoria da Lava Jato entre os integrantes da Segunda Turma, colegiado que era integrado por Teori e que já julgou recursos da Lava Jato. Fazem parte do colegiado os ministros Gilmar Mendes, Dias Toffoli, Ricardo Lewandowski e Celso de Mello.

Outra medida que pode ser tomada é a transferência de um integrante da Primeira Turma para a segunda. 

O nome defendido nos bastidores é o do ministro Edson Fachin, com perfil reservado, semelhante ao de Zavascki.

Pauta

Na quarta-feira (1º), a Corte retorna aos trabalhos após o período de recesso. No início da sessão, está prevista uma homenagem ao ministro Teori Zavascki. 

 Oito ações que tratam de assuntos fiscais, que estavam sob a relatoria de Teori, serão retiradas da pauta de julgamento. Deve ser incluída na pauta a validade da candidatura à reeleição do presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia. 

A candidatura é contestada pelo Solidariedade (SD) e pelo deputado André Figueireiro (PDT-CE).

Estavam pautadas ações sobre a validade da Lei de Responsabilidade Fiscal e a constitucionalidade da fixação de limite com gastos de pessoal pelos estados. 

Não há previsão para a retomada do julgamento. As decisões devem servir de base para os acordos fiscais que o governo federal deve assinar com os estados que passam por dificuldades financeiras. 

Os ministros deveriam analisar a validade da Lei de Responsabilidade Fiscal, criada em 2000 para disciplinar os gastos dos governos estaduais e federal.

Na época, as ações foram propostas pela Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), governadores e associações de procuradores sob argumento de que a lei fere a autonomia dos Poderes ao definir regras para limitar os gastos.

 ......................................................... 

 O advogado do empresário Eike Batista afirmou hoje (26) que seu cliente pretende se entregar à Justiça o mais breve possível. Fernando Martins informou que o empresário está em Nova York, nos Estados Unidos, onde participa de reuniões de negócio. 

 "Estamos em contato com a Polícia Federal e o Ministério Público Federal, e a intenção dele é cooperar com esses órgãos, como sempre cooperou, e retornar o mais rápido possível", disse o advogado. 

 A Justiça expediu mandado de prisão preventiva contra Eike e mais oito pessoas acusadas de desvio de dinheiro de obras públicas, corrupção ativa, passiva e organização criminosa. 

Entre as prisões, está a do ex-governador Sérgio Cabral, que já está detido no Complexo Penitenciário de Gericinó, no Rio. Policiais federais também cumpriram mandado de busca e apreensão na casa do empresário. 

 A defesa de Eike ainda não se posicionou sobre as acusações do MPF, que motivaram o pedido de prisão. O advogado também afirmou que os documentos estão sendo analisados e que um posicionamento deve ser emitido por meio de nota à imprensa, até o fim do dia. 

 O mandado de prisão está incluído na Operação Eficiência, que é desdobramento da Operação Calicute. As investigações fazem parte da força-tarefa da Operação Lava Jato no Rio de Janeiro.




Pânico em Brasília: ADVOGADO DE EIKE confirma que o ex-bilionário vai se entregar amanhã

domingo, 22 de janeiro de 2017

Esperança de Goiânia, Iris Rezende é admirado até por seus adversários na política de Goiás

O político carismático, admirado por todos aqueles que militam ou militaram na política do estado nos últimos 50 anos, Iris Rezende muitas é desrespeitado por aqueles que gostariam de ter sua benção em seus projetos, estar ao seu lado nas lutas e não estão por diversas razões. 

Políticos ou apadrinhados dos mesmos falando mal de Iris é mato nesta terra, mas não é difícil perceber o quanto todos em Goiás respeitam a história do líder peemedebista que mantém o estilo único de fazer política a mais de meio século.
Para aqueles que não se lembram, ou fazem questão de esquecer, todos os políticos de expressão em Goiás em algum momento da sua vida pública teve alguma ligação com Iris Rezende. 

O Governador Marconi Perillo, O Senador Ronaldo Caiado, o Deputado Federal Thiago Peixoto, a Senadora Lúcia Vânia (tia do Deputado Marcos Abrão), Vanderlan Cardoso, entre outros, todos já passaram pelo PMDB ou apoiaram os projetos de Iris Rezende em alguma eleição.



O governador Marconi Perillo (PSDB) sempre quis uma aproximação com Iris, na eleição de 2016 cogitou até apoia lo na disputa pela Prefeitura de Goiânia, mas o indigesto apoio foi rechaçado pelo partido e não prosperou. 

Parece que o líder Tucano não desistiu da empreitada e sempre que tem oportunidade procura demonstrar sua admiração e interesse numa parceria política. 

Esta aproximação política com Iris Rezende (PMDB) vai acontecer em algum momento, da mesma forma que se deu com Maguito Vilela nos anos em que ele comandou Aparecida de Goiânia, ninguém duvida disso.



Marconi Perillo se reuniu na manhã do último dia 13 com o Prefeito de Goiânia no Palácio Pedro Ludovico, e fez questão da presença de todo 1º escalão do Governo estadual. 

Procurando desconversar, Marconi Perillo disse que a reunião foi puramente administrativa entre o Governador e o Prefeito.
iris-caminhada1
“Nós não tratamos disso. Política no ano de eleição, e graças a Deus só tem dois meses, o debate político é muito curto. Isso facilita uma relação administrativa muito mais forte. Porque, no debate eleitoral acaba que os ânimos se acirram um pouco. Passada a eleição, isso acontece no mundo inteiro, acabou. É preciso unir, somar força, juntar todas as forças, todas as energias positivas em favor de um projeto maior”, explicou.
  
  
iris4
Quem viver verá, Marconi Perillo rendendo homenagens a Iris Rezende em breve, Iris Rezende é na opinião de muitos o maior político da história de Goiás e seguramente o que mais tem identificação com o povo. 

A aproximação definitiva só não aconteceu ainda porque a outras feridas a serem fechadas, e Dona Iris seria um entrave para que os dois maiores governantes da história de Goiás possam caminhar juntos.

quinta-feira, 19 de janeiro de 2017

Nova delação da Camargo Corrêa deve levar Lava Jato a fazer devassa em São Paulo – Politica

A necessidade de a construtora refazer seu acordo é um efeito colateral da delação de 77 executivos e ex-executivos da Odebrecht 
No caso da Camargo, fontes ligadas à negociação do recall consideram que a Lava Jato pretende resgatar suspeitas de corrupção apuradas pela Operação Castelo de Areia, de 2009, que havia identificado indícios de irregularidades em pelos menos 12 obras paulistas. 

A operação foi invalidada pela Justiça.

Relatórios da Castelo de Areia já apontavam indícios de pagamentos indevidos no Rodoanel, no túnel da Avenida Jornalista Roberto Marinho e na expansão do metrô.
 

Havia suspeitas também em contratos com a Sociedade de Abastecimento de Água e Saneamento (Sanasa), de Campinas, e com a prefeitura de Jundiaí. Foram levantados indícios ainda em obras dos metrôs de Fortaleza, Salvador e Rio. 
 Fonte: Época NEGÓCIOS | Brasil

Em Goiás candidatos denunciam supostas fraudes em concurso da Polícia Militar – Assuntos de Goiás | Questão Brasil

Três pessoas já registraram denúncia no MP por falta de fiscalização. Circulam nas redes sociais fotos que teriam sido tiradas de dentro das salas, mostrando um cartão de respostas em branco junto com uma folha de redação. 

Os dois documentos não podem ser levados para casa pelos candidatos. 




Fonte: G1

domingo, 15 de janeiro de 2017

Empresas investigadas na Operação Cui Bono? receberam ao menos R$ 4,3 bi no esquema na CAIXA | Blog do Rei

Os valores estão registrados publicamente em diferentes documentos
 
Os valores estão registrados publicamente em diferentes documentos, como demonstrações contábeis e atas de reuniões de diretoria, das quatro maiores empresas investigadas pela PF: JBS e sua holding J&F, Bertin e Marfrig. Elas fazem parte do que o mercado chama de "campeões nacionais", grupo beneficiado, nos governos do PT, com financiamento de bancos públicos para fazer fusões e aquisições e se tornarem líderes em seus setores. 

 Os procuradores entendem que havia um esquema organizado de crime na Caixa que atingia duas áreas: a de pessoas jurídicas, sob o comando de Geddel, e a do FI-FGTS, fundo com recursos do trabalhador que é gerido pela Caixa. Quando Geddel estava na Caixa, o frigorífico JBS recebeu um financiamento de R$ 1,8 bilhão.

Já sua holding, a J&F, recebeu R$ 500 milhões por meio de uma emissão de debêntures que foi totalmente adquirida pela Caixa. 

Na época, o mercado questionou os juros, considerados favoráveis à empresa. A área de infraestrutura do grupo Bertin contou ao menos com R$ 1,6 bilhão, liberado para as obras do Rodoanel de São Paulo. O Bertin já foi a maior exportadora de carnes do País e vendeu essa área para a JBS, numa operação que gerou controvérsia por causa de outro financiamento de banco público. 

Fonte:  Época NEGÓCIOS | Empresa

sábado, 14 de janeiro de 2017

Guerra de facções sem controle! PCC manda R$ 200 mil para ‘guerra’ na Região Norte – Setor Pedro Ludovico

O envio de dinheiro é mais uma das ações da cúpula para enfrentar seus rivais da FDN e do Comando Vermelho

O envio de dinheiro ao Norte é mais uma das ações da cúpula do PCC para enfrentar seus rivais da FDN e do Comando Vermelho (CV). Na semana passada, a polícia detectara o envio de fuzis para criminosos da Amigo dos Amigos (ADA), facção carioca que se aliou ao PCC na luta contra o CV e a FDN.

"O que está por trás de tudo isso é a rota do Solimões do tráfico", diz o secretário da Administração Penitenciária de São Paulo, Lourival Gomes. 

Ação da PF contra fraude na Caixa tem como alvos Geddel Vieira Lima e Eduardo Cunha  – Assuntos de Goiás | Questão Brasil

A Polícia Federal saiu às ruas na sexta-feira (13) para cumprir sete mandados de busca e apreensão em uma operação para apurar um esquema de fraudes na liberação de créditos junto à Caixa Econômica entre 2011 e 2013. 

Policiais fizeram buscas, em Salvador, em imóvel do ex-ministro do PMDB Geddel Vieira Lima, que é um dos alvos da operação. Ele foi vice-presidente de Pessoa Jurídica da Caixa no período investigado pela PF. 

Os mandados foram cumpridos, além da Bahia, em endereços residenciais e comerciais nos estados do Paraná, São Paulo e do Distrito Federal.

A ação desta sexta, batizada de Cui Bono, se baseia em informações encontradas em um celular em desuso apreendido pela polícia em dezembro de 2015 na residência oficial do presidente da Câmara. 

Na época, era o deputado cassado Eduardo Cunha que morava no local.

A apreensão do celular ocorreu durante busca e apreensão realizada na Operação Cantilinárias, da qual a Cui Bono é um desdobramento. 

Os mandados da operação Cui Bono foram expedidos pela 10ª Vara Federal do DF. Inicialmente, as decisões sobre as investigações ficavam a cargo do Supremo Tribunal Federal (STF). 

No entanto, após a cassação de Cunha, o caso foi remetido para a Justiça Federal porque ele perdeu foro privilegiado.


 As informações são do G1

cunha

quarta-feira, 4 de janeiro de 2017

Sefaz e Detran vão anunciar a retomada do antigo calendário de pagamento do IPVA – Assuntos de Goiás | Questão Brasil

A antecipação feita por Ana Carla Abrão provocou desgaste para o governo de Marconi Perillo, que decidiu manter a forma antiga de se pagar o imposto 
 
 Fonte: Sefaz e Detran vão anunciar a retomada do antigo calendário de pagamento do IPVA - Jornal Opção

Ex-vereador é preso por tentar agredir Carlão da Fox, atual prefeito de Goianira | Diálogo em Rede

goianira
Leia mais... Ex-vereador é preso por tentar agredir atual prefeito de Goianira - Política e Cidades - Portal 730

Melou no STF? Teori vê inconsistência, Janot diz que provas são suficientes para denunciar Renan | Trabalho Talento Dedicão e uma Dose de Sorte

Ministro do STF pediu à PGR inclusão do relatório da PF na denúncia apresentada contra o senador; magistrado observou que acusação foi formalizada antes da conclusão do inquérito.
 
Fonte: Em resposta a Teori, Janot diz que já tem provas suficientes para denunciar Renan | Política / Operação lava jato | G1 Em 1.991 Iris Rezende tomou posse para o seu segundo mandato como Governador de Goiás. Ao completar 100 dias de governo Iris concedeu a mim uma entrevista, exclusiva. Conversamos sobre vários assuntos políticos da época. É uma entrevista histórica que ficou guardada em meus arquivos pessoais por 22 anos. Agora ela está disponível prá você aqui no You Tube. DARCI MOREIRA

domingo, 1 de janeiro de 2017

Sem diploma, embaixatriz acusada de matar marido vai para cela comum – É da Minha Conta

A embaixatriz Françoise de Souza Oliveira, de 40 anos, acusada de ser a mandante do assassinato do marido, o embaixador grego Kyriakos Amiridis, de 59, foi transferida neste sábado (31/12) para a Cadeia Pública Joaquim Ferreira, no Complexo Penitenciário de Gericinó, ou de Bangu, na zona oeste do Rio de Janeiro. 
Françoise ficará os primeiros dias isolada e depois passará a compartilhar cela com outras presas. A embaixatriz não tem curso superior. A ex-primeira dama do Estado Adriana Ancelmo, mulher de Sérgio Cabral, está na mesma unidade que Françoise. 
 O soldado da Polícia Militar Sérgio Gomes Moreira Filho, 29, amante da embaixatriz e apontado pela polícia como o executor do crime, foi levado para o Batalhão Especial Prisional (BEP) da Polícia Militar. Já o primo dele, Eduardo Moreira Tedeschi, 24, permanece detido na Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF).

Fonte: Sem diploma, embaixatriz acusada de matar marido vai para cela comum

Seguidores

Na web